DE MAIS ou DEMAIS?

demais-ou-de-mais

 

Olá, pessoal!

Vocês sabem qual é a diferença entre “de mais” e “demais“? Já ficaram em dúvida entre um e outro na hora de escrever? Se a resposta for sim, vocês estão no lugar certo. Logo, prestem muita atenção, a diferença é sutil, mas muito significativa do ponto de vista semântico:

1) De mais separado é uma locução adverbial, que significa o oposto de “de menos“, quando nos dá a ideia de quantidade.

Ex.: A salada tem sal de mais para o meu gosto.

Todas as vezes que houver dúvida, tentem substituir "de mais" por "a mais".

2) Demais junto pode ser:

a) advérbio com significado de “em excesso”, “além da conta”, “além da justa medida” – ex.: Nunca é demais relembrá-lo que temos que chegar ao aeroporto às 7 horas da manhã; Por que você fala demais?;  “demasiadamente/em demasia”, “em maneira muito forte” – ex.: Gostei demais do seu texto!; Eles se amam demais.

b) pronome indefinito:

  1. como substantivo, com significado de “os outros”, “os que sobram ou os que são selecionados, escolhidos” – ex.: O senhor pode sair, os demais devem ficar.
  2. como adjetivo, com significado de “os outros” – ex.: Apresento-lhe os demais membros da empresa.
Ademais é um advérbio pouco usado que significa "além disso", "além do mais" - Ex.: Não consegue aprender com facilidade, ademais é muito desatento.

Até breve e bons estudos!

Cláudia Valéria Lopes

Se gostou do post, deixe o seu comentário! 

MAS e MAIS: quando usá-los?

Olá, pessoal!

Uma das dúvidas mais comuns da língua portuguesa (falada no Brasil) relaciona-se ao uso de “mas” e “mais“, que pertencem a classes gramaticais diferentes: mas é uma conjunção adversativa, que nos dá ideia de oposição, e pode ser substituída por “contudo”, “todavia”, “entretanto”, etc.; mais é um advérbio de intensidade/quantidade; oposto de menos.

No português brasileiro, a distinção fonética entre um é outro é mínima ou nula, pois os falantes tendem a pronunciar “mas” [mais], praticamente como pronunciam “mais” [mais]. No português europeu, isso não acontece, simplesmente porque a conjunção mas é pronunciada [mɒs], determinando, desse modo, a distinção fonética em relação ao advérbio mais.

Prestem atenção nos exemplos:

mas e mais_1

Exemplos com “mas” e “mais” juntos na mesma frase:

a) Queria comer mais sorvete de limão, mas acabou.

b) No próximo domingo tenho uma festa, mas terei que ir embora mais cedo: tenho uma prova de português na segunda-feira.

Até breve e bons estudos!

Claudia V. Lopes

Após ou depois?

 

apos-e-depois

Olá, pessoal!

No nosso post de hoje, iremos estudar algumas diferenças entre o advérbio “depois” (de + latim post) e a preposição “após” (do latim ad+post), bem como entender em que contextos podem ser usados em modo distinto, como sinônimos ou, até mesmo, substituídos por outros termos. Num modo geral, ambos são usados indiscriminadamente na fala, embora convenha adotar uma padronização em situações mais formais, sobretudo na escrita, como veremos a seguir:

a) após é usado para indicar posterioridade no espaço:

A secretaria da hospital fica após o centro de pediatria.
A prefeitura fica após a escola.
O acidente aconteceu após aquela curva perigosa.

b) depois (seguido ou não da preposição “de“) é usado para indicar posterioridade no tempo:

– Por favor, tome os comprimidos depois das principais refeições.

– Podemos conversar depois?

– Depois de terminar a graduação, fará uma longa viagem pela Europa.

– Chegamos duas horas depois.

Deve-se EVITAR, porém, o uso de APÓS antes das formas nominais do verbo (infinitivo ou particípio):

- Coma somente depois de lavar as mãos.
- Qualquer medicamento perde a validade depois de aberto.

É preciso ter em mente que após é uma preposição e sua união com a preposição “a” gera redundância, por isso, é ERRADO dizer “após ao centro de pediatria“! E não devemos esquecer, também, que depois é um advérbio de tempo, razão porque é mais apropriado usá-lo come elemento que modifica o verbo: “dormirei agora e estudarei depois“, e não após.

Expressões consagradas com após:

Ano após ano; dia após dias.
Alguns casos de sinonímia e substituição

a) após/depois de (em sentido temporal):

Gosto de sentir o perfume de terra molhada após a chuva/depois da chuva.
Adormeceu, após alguns minutos/depois de alguns minutos.

b) após, atrás de, em seguida a (em sentido espacial):

Carlos sentou-se após a terceira fileira/atrás da terceira fileira/em seguida à terceira fila.

c) após/atrás de si:

Ela passou deixando após o rastro do seu perfume/atrás de si o rastro do seu seu perfume.

d) depois (de), atrás (de), detrás (de):

O teatro que vocês procuram fica depois/atrás/daquela daquela praça.

e) depois, além disso, ademais:

Nada falaria sobre sua vida privada, depois/além disso/ademais, isso não vinha ao caso.

Naturalmente, as informações contidas neste post não são exaustivas, cabendo, portanto, ao estudante consultar o dicionário ou uma boa gramática, sempre que houver dúvidas.

Até breve e bons estudos!

Claudia V. Lopes

Se gostou do post, deixe um comentário. Sugestões são sempre bem-vindas.

 

Alguns usos do advérbio “já”

Livro

Olá, pessoal!

No nosso post de hoje, iremos estudar alguns usos do advérbio ““. Logo, peço que prestem atenção em cada exemplo, pois somente assim será possível entender, de uma vez por todas, como e quando usá-lo. Para facilitar a compreensão, os exemplos foram traduzidos em italiano. Para as próximas vezes, faremos a tradução em outras línguas

O advérbio “já” é usado em situações no presente, passado ou futuro, como veremos a seguir.

  • imediato, prontamente, incontinente:
Saiam  daqui! Andate subito via di qui!
  • desde logo, então:
Se estiver de plantão no dia da festa, fica já desculpada por não vir. Se sarai di turno nel giorno della festa, sei già scusata per non venire.
  • neste instante, agora:
 consigo imaginar como será a nossa viagem de lua de mel. Ormai riesco ad immaginare come sarà la nostra luna di miele.
  • neste instante, agora:
– Está vendo aquela ilha?

– Sim,  consigo vê-la ao longe.

– Vedi quell’isola?

– Sì, ormai la vedo in lontananza.

  • logo, em pouco tempo, num instante:
Ana saiu dizendo que voltava . Anna se n’è andata dicendo che tornava presto.
  • antes, anteriormente; antecipadamente:
 li este livro no ano passado. Ho già letto questo libro l’anno scorso.

Até breve e bons estudos!

Se gostaram do post e quiserem dar ideias para os próximos, deixem as sugestões nos comentários.