Entrega a domicílio ou em domicílio?

www.pordentrodalinguaportuguesa.com

Quem, pelo menos uma vez na vida, já não ficou em dúvida em relação às expressões “a domicílio e em domicílio”? Qual é a forma correta? Antes de tudo, vamos refletir um pouco: os verbos dinâmicos (ir, dirigir-se, encaminhar-se, etc.) são regidos pela preposição “a” e os verbos estáticos (estar, ficar, permanecer, etc.) pela preposição “em”.

Contudo, pelo que pude perceber das leituras que fiz, a norma padrão do português europeu coloca a língua sob uma perspectiva mais dinâmica, aceitado, inclusive, as formas “entrega a/ao domicílio“.

Vale ressaltar que o verbo entregar admite regências diferentes:

1) bitransitivo no sentido de dar, pagar, restituir, denunciar, vender – ex.: Entreguei o livro à minha amiga;

2) transitivo direto no sentido de trair – ex.: entregaram o delator.

Em relação às formas “a domicílio e ao domicílio”, o substantivo entrega define uma modalidade de entrega e não o movimento de um lugar para o outro. Se estamos falando de um domicílio específico, podemos também dizer “entrega no domicílio” e “dar aulas em casa ou no domicílio”.

pizza-a-domiclio

No português brasileiro, o raciocínio é bem diferente, pois os seguidores da gramática normativa afirmam que a expressão correta é “entrega em domicílio“, uma vez que se trata de um verbo estático, sobretudo em função do paralelismo estabelecido com a expressão “entrega em casa” (do dicionário Houaiss “entrega em domicílio: serviço que leva ao endereço do usuário ou comprador o seu pedido ou algo que lhe foi enviado). Por outro lado, aceitam o uso da preposição “a” com os verbos dinâmicos enviar, ir, levar, dirigir-se, dentre outros:

Exemplos:

Verbos estáticos

Entregamos pizzas em domicílio.
– Atendem-se os clientes em domicílio.
– Dou aulas de italiano em domicílio.

Verbos dinâmicos

– Levamos as compras a domicílio.
– Vou a domicílio dar aulas de italiano.
– Levam-se encomendas a domicílio.

Acho, contudo, que se trata de duas expressões muito problemáticas, considerando que não há uma uniformização em relação ao seu uso. Os gramáticos menos tradicionalistas entendem o verbo “entregar” não como um verbo estático, mas dinâmico regido pela preposição “a” e, talvez, exatamente por isso, “entrega a domicílio” seja a expressão mais usada pelos brasileiros.

Até breve e bons estudos!

Cláudia Valéria Lopes

Se gostou do post, deixe um comentário! 

Publicado por Claudia Lopes

Cláudia Valéria Lopes è nata a Rio de Janeiro, Brasile. Nel 2001 si laureò in Lingue straniere (portoghese e italiano) presso l’UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro. È traduttrice e insegnante di portoghese e italiano. Ha vissuto in Italia per sette anni, periodo in cui ha potuto approfondire le sue conoscenze della lingua italiana e dare continuità ai suoi studi. Ha lavorato per due anni come lettrice di lingua portoghese (norma brasiliana ed europea) presso l’Università degli Studi di Bari. Dal 2009 vive in Svizzera, dove lavora nel campo dell’e-learning, traduttrice (le sue lingue di lavoro sono: portoghese, italiano, inglese e tedesco) e insegnante di portoghese e italiano. Claudia è amministratrice e redattrice del Blog, della pagina Facebook di Affresco della Lingua Italiana e del canale Youtube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: