As várias faces do verbo TOMAR

Lembram-se do nosso post sobre os verbos Beber ou tomar água? Hoje iremos aprofundar alguns aspectos do verbo tomar, que além de ser usado com sentido de beber, como vimos, pode assumir também significados diferentes e bem amplos. Prestem atenção nos exemplos: 1) Tomou a criança pelas mãos e atravessou a rua. (tomar = agarrar, segurar,Continuar lendo “As várias faces do verbo TOMAR”

A concordância do verbo FAZER

Bom dia, pessoal! Quem é que pelo menos uma vez na vida não teve dúvidas em relação à concordância do verbo FAZER quando indica tempo transcorrido? “Faz cinco anos que não nos vemos” ou “fazem cinco anos que não nos vemos”? Qual seria a forma correta? É simples! O verbo FAZER torna-se IMPESSOAL quando indicaContinuar lendo “A concordância do verbo FAZER”

“Através de” ou “por meio de”?

Oi, pessoal! Quem é que já não ficou em dúvida na hora de usar as locuções “através de” ou “por meio de”? Pode parecer difícil, mas não é, por isso prestem atenção na explicação e nos exemplos. 1) através de – o vocábulo através é classificado como advérbio e significa  “de lado, de través, transversalmente, de atravessado”:Continuar lendo ““Através de” ou “por meio de”?”

ONDE versus EM QUE, NA QUAL, NO QUAL

Olá, pessoal! Vamos falar um pouquinho sobre o uso do advérbio “onde” e das expressões “no/na qual e em que”? O advérbio “onde” é usado com valor circunstancial, em frases interrogativas (diretas ou indiretas): onde está o livro?; perguntou-me onde estava o  livro. É adequado a situações locativas estáticas com o significado de “em queContinuar lendo “ONDE versus EM QUE, NA QUAL, NO QUAL”

Entrega a domicílio ou em domicílio?

Quem, pelo menos uma vez na vida, já não ficou em dúvida em relação às expressões “a domicílio e em domicílio”? Qual é a forma correta? Antes de tudo, vamos refletir um pouco: os verbos dinâmicos (ir, dirigir-se, encaminhar-se, etc.) são regidos pela preposição “a” e os verbos estáticos (estar, ficar, permanecer, etc.) pela preposição “em”.Continuar lendo “Entrega a domicílio ou em domicílio?”

DE MAIS ou DEMAIS?

  Olá, pessoal! Vocês sabem qual é a diferença entre “de mais” e “demais“? Já ficaram em dúvida entre um e outro na hora de escrever? Se a resposta for sim, vocês estão no lugar certo. Logo, prestem muita atenção, a diferença é sutil, mas muito significativa do ponto de vista semântico: 1) De mais separado éContinuar lendo “DE MAIS ou DEMAIS?”

MAS e MAIS: quando usá-los?

Olá, pessoal! Uma das dúvidas mais comuns da língua portuguesa (falada no Brasil) relaciona-se ao uso de “mas” e “mais“, que pertencem a classes gramaticais diferentes: mas é uma conjunção adversativa, que nos dá ideia de oposição, e pode ser substituída por “contudo”, “todavia”, “entretanto”, etc.; mais é um advérbio de intensidade/quantidade; oposto de menos.Continuar lendo “MAS e MAIS: quando usá-los?”

Sobre o porque e outros porquês

Olá, pessoal! Se entender o uso dos “porquês” é uma problema para os falantes de língua portuguesa, imaginem com será para os estrangeiros que a estão estudando! O uso dos “porquês” sempre foi um assunto muito complexo, pois suscita sempre muitas dúvidas na hora de usá-los. O que tenho visto por aí, sobre tudo nas redesContinuar lendo “Sobre o porque e outros porquês”

A estrutura da frase na língua portuguesa

Olá, pessoal! No nosso post de hoje, estudaremos um pouco sobre a estrutura da frase na língua portuguesa, que talvez seja um dos pontos mais críticos não só para estrangeiros, mas também para falantes de português. Aprender os diferentes tempos e modos verbais não é difícil, e tenho certeza de que muitos de vocês sabemContinuar lendo “A estrutura da frase na língua portuguesa”

Após ou depois?

  Olá, pessoal! No nosso post de hoje, iremos estudar algumas diferenças entre o advérbio “depois” (de + latim post) e a preposição “após” (do latim ad+post), bem como entender em que contextos podem ser usados em modo distinto, como sinônimos ou, até mesmo, substituídos por outros termos. Num modo geral, ambos são usados indiscriminadamente na fala, emboraContinuar lendo “Após ou depois?”