O verbo “estar”

verbo estar

Olá, pessoal! O nosso post de hoje trata exclusivamente do verbo ESTAR. Há algum tempo, publiquei um post sobre o verbo SER. Na língua portuguesa -diferentemente de outras línguas neolatinas ou pertencentes a outras famílias linguísticas – existe uma diferença muito significativa entre os verbos ser e estar. Não foram poucas as vezes que os meus alunos tiveram dificuldade para entender a diferença entre um e outro, sobretudo os italianos, que fazem um amplo uso do verbo “essere” (ser) exatamente com a conotação do verbo “estar”.

Algumas particularidades do verbo ESTAR [do lat. stare]:

eu estou
tu estás
você está
ele/ela está
nós estamos
vocês estão
eles/elas estão

Verbo predicativo

a) Ser em um dado momento; achar-se (em certa condição):

Hoje o tempo está nublado/quente/frio.

b) Achar-se, encontrar-se em um certo estado ou condição:

A criança está doente/com febre/gripada.

c) Manter-se, ficar (em certa posição):

Os meninos estavam sentados/em pé.

d) Ficar, permanecer, conservar-se:

A polícia militar esteve de plantão toda a noite/por três semanas.

e) Vestir, trajar:

Ontem na festa, Ana estava com um vestido vermelho lindo!

f) Achar-se em circunstância transitória:

Meu marido está desempregado.

g) Ter atingido um determinado momento ou estado:

Carla está em um momento muito positivo da sua vida;

Minha filha já está em idade de casar.

h) Dedicar-se, envolver-se durante certo tempo;

Esteve meses a fio dedicado aos estudos para ingressar no colégio militar.

i) Estado de ânimo

Estou feliz/triste/cansado(a).

 Verbo transitivo circunstancial

a) Achar-se, encontrar-se em um dado lugar ou momento:

Ano passado esteve na Itália por dois meses; Carla está nos EUA; Valéria e o marido estão na França. 

b) Seguir uma profissão:

Qual a profissão de sua filha? Está no exército/na marinha/nas forças armadas.

c) Comparecer, presenciar:

Semana passada esteve na solenidade de abertura do ano letivo.

d) Ficar, esperar:

Esteja aí um momento, que eu vou chamar a patroa.

e) Haver, existir:

Bati à porta várias vezes, mas acho que ninguém estava em casa.

f) Ter disposição:

Hoje não estou para muita conversa.

Até logo e bons estudos!

Publicado por Claudia Lopes

Cláudia Valéria Lopes è nata a Rio de Janeiro, Brasile. Nel 2001 si laureò in Lingue straniere (portoghese e italiano) presso l’UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro. È traduttrice e insegnante di portoghese e italiano. Ha vissuto in Italia per sette anni, periodo in cui ha potuto approfondire le sue conoscenze della lingua italiana e dare continuità ai suoi studi. Ha lavorato per due anni come lettrice di lingua portoghese (norma brasiliana ed europea) presso l’Università degli Studi di Bari. Dal 2009 vive in Svizzera, dove lavora nel campo dell’e-learning, traduttrice (le sue lingue di lavoro sono: portoghese, italiano, inglese e tedesco) e insegnante di portoghese e italiano. Claudia è amministratrice e redattrice del Blog, della pagina Facebook di Affresco della Lingua Italiana e del canale Youtube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: