A vaca foi para o brejo

Oi, pessoal! Vocês conhecem expressão brasileira “a vaca foi para o brejo”? O brejo é um terreno alagadiço, lodoso, também denominado pântano. Em tempos difíceis e de seca, o gado vai em direção a brejos ou terrenos alagadiços, pantanosos, à procura de água. Quando uma vaca vai para o brejo, acaba dando muito trabalho para serContinuar lendo “A vaca foi para o brejo”

Origem do vocábulo “sincero”

Olá, pessoal! O adjetivo “sincero” talvez sejam um dos mais usados pelos falantes do português, pois está presente em várias expressões, tais como: “para ser sincero/a”, “estou sendo sincero/a com você”, ou até mesmo em sua forma adverbial “sinceramente falando”, etc. Uma pessoa sincera é uma pessoa que fala o que sente, sem dissimular, semContinuar lendo “Origem do vocábulo “sincero””

MAS e MAIS: quando usá-los?

Olá, pessoal! Uma das dúvidas mais comuns da língua portuguesa (falada no Brasil) relaciona-se ao uso de “mas” e “mais“, que pertencem a classes gramaticais diferentes: mas é uma conjunção adversativa, que nos dá ideia de oposição, e pode ser substituída por “contudo”, “todavia”, “entretanto”, etc.; mais é um advérbio de intensidade/quantidade; oposto de menos.Continuar lendo “MAS e MAIS: quando usá-los?”

O significado das coisas – Amor platônico

O amor platônico é a forma mais romântica e sublime de amor que possa existir, pois elimina completamente o aspecto físico e sensual para se concentrar apenas na alma. Essa expressão tão conhecida nasce a partir de uma teoria de Platão. Todavia, o termo amor platonicus como sinônimo de amor sacraticus foi cunhado por Marsílio Ficino (1433 –Continuar lendo “O significado das coisas – Amor platônico”

Sobre o porque e outros porquês

Olá, pessoal! Se entender o uso dos “porquês” é uma problema para os falantes de língua portuguesa, imaginem com será para os estrangeiros que a estão estudando! O uso dos “porquês” sempre foi um assunto muito complexo, pois suscita sempre muitas dúvidas na hora de usá-los. O que tenho visto por aí, sobre tudo nas redesContinuar lendo “Sobre o porque e outros porquês”

Para sempre – Carlos Drummond de Andrade

  Olá, pessoal! No nosso post de hoje, apresentamos a vocês um dos maiores e mais influentes poetas brasileiros chamado Carlos Drummond de Andrade (Itabira, 31 de outubro de 1902 – Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1987). Drummond, como todos os modernistas, soube proclamar a liberdade das palavras, uma liberdade idiomática capaz de criarContinuar lendo “Para sempre – Carlos Drummond de Andrade”

A estrutura da frase na língua portuguesa

Olá, pessoal! No nosso post de hoje, estudaremos um pouco sobre a estrutura da frase na língua portuguesa, que talvez seja um dos pontos mais críticos não só para estrangeiros, mas também para falantes de português. Aprender os diferentes tempos e modos verbais não é difícil, e tenho certeza de que muitos de vocês sabemContinuar lendo “A estrutura da frase na língua portuguesa”

Após ou depois?

Olá, pessoal! No nosso post de hoje, iremos estudar algumas diferenças entre o advérbio “depois” (de + latim post) e a preposição “após” (do latim ad+post), bem como entender em que contextos podem ser usados em modo distinto, como sinônimos ou, até mesmo, substituídos por outros termos. Num modo geral, ambos são usados indiscriminadamente na fala, embora convenha adotarContinuar lendo “Após ou depois?”

Expressões de tempo “desde” e “há”

Olá, pessoal! No nosso post de hoje, iremos ver alguns usos das expressões de tempo “desde” e “há“, portanto, prestem muito atenção nos exemplos. Embora essas expressões indiquem tempo decorrido, devemos ter cuidado para não usar uma no lugar da outra. As expressões de tempo “desde” e “há” relacionam-se com o presente e o passado. DESDE (preposição)Continuar lendo “Expressões de tempo “desde” e “há””

Alguns usos do advérbio “já”

Olá, pessoal! No nosso post de hoje, iremos estudar alguns usos do advérbio “já“. Logo, peço que prestem atenção em cada exemplo, pois somente assim será possível entender, de uma vez por todas, como e quando usá-lo. Para facilitar a compreensão, os exemplos foram traduzidos em italiano. Para as próximas vezes, faremos a tradução em outras línguas O advérbio “já” é usado em situações no presente, passado ou futuro,Continuar lendo “Alguns usos do advérbio “já””